É possível conseguir uma vaga na USP pelo SISU?

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu), é um programa do Governo Federal em parceria com o Ministério da Educação (MEC), que oferece vagas em universidades públicas sem a necessidade de prestar o vestibular tradicional.

Mas será que é possível conseguir uma vaga na Universidade de São Paulo (USP), uma das mais concorridas universidades do País, com o Sisu? A USP aderiu ao Sistema de Seleção Unificada desde janeiro de 2016 para preencher uma parte das vagas existentes. Já o curso de medicina no campus da USP nas Clínicas aderiu pela primeira vez ao Sisu neste ano.

É possível conseguir uma vaga na USP pelo SISU?

Por meio deste sistema, os candidatos fazem a inscrição na vaga que escolherem entre os cursos disponíveis, utilizando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano anterior. O Sisu seleciona os candidatos mais bem classificados de cada curso e analisa os pesos atribuídos às notas ou se existe bônus.

Um dos critérios para participar desse Sistema Unificado é que o candidato não tenha zerado a redação. O processo seletivo é totalmente automatizado e a inscrição é feita gratuitamente e exclusivamente pela internet. A seleção acontece duas vezes por ano, uma no primeiro semestre e outra no segundo.

Para se inscrever, o participante precisa do número de inscrição e a senha do Exame Nacional do Ensino Médio do ano anterior. Também é possível selecionar duas opções de curso dentro das vagas disponíveis. O candidato também deve selecionar a modalidade de concorrência (ações afirmativas, ou seja, cotas, ou ampla concorrência).

Não é necessário comprovar a renda familiar e também não existe limite de idade para se inscrever. Caso sobrem vagas, quem não passou nas duas chamadas do Sistema pode se inscrever na lista de espera.

Na primeira edição do Sisu de 2018 para a Universidade de São Paulo, foram destinadas 1.312 vagas para alunos de escola pública (EP), 1.010 para candidatos de escola pública que se declaram preto, pardo ou indígena (EP/PPI) e 423 para ampla concorrência.

A nota mínima mais alta exigida para USP pelo Sisu de 2018 foi no curso de Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME).

Segundo o Conselho Universitário da USP, nos próximos três anos, as vagas para estudantes de escola pública e para os candidatos autodeclarados preto, pardo ou indígena serão ampliadas de forma gradativa. 

Em 2019, a porcentagem de cada curso de graduação será de 40% em 2020, 45%; e a partir de 2021 todos os anos, os candidatos terão 50% das vagas por curso e turno.